Plano de negócios: aprenda como fazer passo a passo!

Guia simples e completo para você criar o seu plano de negócios em 2021.

Você sonha em abrir um negócio bem sucedido?

Antes de realizar seu sonho, prepare-se para enfrentar um grande desafio.

60% das empresas brasileiras fecham antes de completar 3 anos.

(assustador, não é?)

E sabe por que as empresas brasileiras fecham tão rápido?

Falta de planejamento.

Portanto, planeje-se antes de abrir seu negócio.

E qual a melhor forma de fazer isso?

Elaborando um plano de negócios!

Nesse artigo iremos te explicar passo a passo como criar um plano de negócios e se planejar para abrir uma empresa de sucesso.

 

O que é plano de negócio?

Plano de negócio é um documento criado para planejar a abertura de uma empresa.

Imagine que você quer viajar pela Europa com a sua família. O que você faria antes de viajar?

Montaria um roteiro de viagem, certo? Os lugares que você vai visitar, em quais hotéis vai se hospedar, etc.

Você precisa criar o mesmo “roteiro” antes de abrir uma empresa.

Mas ao invés de planejar uma viagem, você vai planejar a construção do seu negócio.

O plano de negócio é um “roteiro” detalhado de como será a sua empresa: quais os produtos ou serviços irá vender, qual perfil de clientes vai atender, como serão divulgados os produtos, as projeções financeiras, etc.

 

Para que serve um plano de negócio?

Além de ser usado para planejar a abertura de uma empresa, o plano de negócios serve para avaliar o potencial de vendas e lucratividade de uma ideia de negócio.

Afinal, nem toda ideia de negócio é boa…

(se todas fossem boas, não teríamos 60% das empresas brasileiras fechando tão cedo)

Mas aqui vem o grande segredo:

Com um plano de negócios você pode descobrir, antes de abrir a empresa e correr o risco de perder dinheiro, se vale a pena ou não investir na sua ideia de negócio.

É o que chamamos de estudo de viabilidade.

(eu explico isso pra você mais adiante, não se preocupe)

Além disso, o plano de negócios pode ser utilizado para apresentar seu projeto a potenciais investidores.

Ou até mesmo para conseguir empréstimos e financiamentos no banco.

 

Por que é importante criar um plano de negócios antes de abrir uma empresa?

Imagine que você quer abrir uma loja de roupas de luxo em uma cidade onde a maioria da população é muito humilde.

Você vai descobrir fazendo uma análise de mercado que esse negócio não venderia bem porque o preço das roupas não é compatível com a capacidade de pagamento do público da região.

Pense bem: como você vai vender uma camisa de 400 reais para alguém que ganha apenas 1 salário mínimo?

Agora vem o X da questão…

Com poucos clientes, o seu faturamento também seria baixo e o negócio daria prejuízo.

Vale a pena investir na loja de roupas mesmo assim?

Dificilmente… Afinal, você não quer abrir um negócio que não traz retorno financeiro.

Mas tudo isso você pode descobrir antes de investir dinheiro na empresa e correr o risco de fechar por falta de clientes.

Você pode descobrir isso fazendo um plano de negócios e uma boa pesquisa de mercado.

Em resumo: o plano de negócios é importante porque diminui seu risco de perder dinheiro abrindo um negócio que tem pouca chance de dar certo.

#DicaExtra: plano de negócio NÃO É um documento bonito que você cria antes de abrir uma empresa.

Plano de negócio é a forma mais inteligente de avaliar o potencial financeiro e de vendas da sua ideia de negócio antes de fazer qualquer investimento!

 

Como fazer um plano de negócios?

A maioria dos planos de negócio são criados e apresentados nessa ordem:

  • sumário executivo
  • análise de mercado
  • plano de marketing
  • estrutura operacional
  • plano financeiro

#Dica: construa seu plano de negócios nessa ordem e, se for o caso, adapte sua estrutura de acordo com a realidade do seu negócio.

Agora vou te explicar o que fazer em cada etapa para montar seu plano.

Chegou a hora de colocar a mão na massa!

Você está pronto?

 

Sumário executivo:

O sumário executivo é um resumo do plano de negócio. Por isso, crie ele apenas depois de construir o plano todo.

Coloque no sumário as informações mais importantes do seu projeto, tais como:

  • quem são os sócios da empresa
  • o nome da empresa, sua missão, visão e valores
  • os produtos ou serviços que a empresa irá vender
  • as principais tendências do setor
  • o público-alvo do negócio
  • os diferenciais de mercado e a proposta de valor da empresa
  • o valor total do investimento e um resumo das projeções financeiras

#DicaExtra: crie um sumário curto, claro e simples de entender, principalmente se você quer apresentar seu negócio a potenciais investidores.

 

Análise de mercado

A análise de mercado é a etapa mais importante de um plano de negócio.

Analisar um mercado é estudar tudo que afetará direta ou indiretamente as vendas da sua futura empresa.

Vou te falar uma coisa muito importante:

Abrir uma empresa bem sucedida sem fazer uma análise de mercado é como atirar no escuro e tentar acertar uma mosca.

Pense comigo…

Toda empresa precisa vender para dar lucro, certo?

Mas como você vai abrir uma empresa lucrativa sem saber:

  • se as pessoas continuarão comprando no futuro aquilo que você quer vender, ou se o seu setor está em declínio (você abriria agora uma empresa que vende máscaras? será que depois da pandemia você vai continuar vendendo bem?)
  • qual o perfil dos clientes que vão comprar de você
  • se os seus futuros clientes querem, de fato, comprar os produtos ou serviços que você pensa em vender
  • o que os seus concorrentes oferecem e como você pode oferecer algo melhor que eles

Em outras palavras, analisar um mercado é descobrir se a sua futura empresa vai conseguir vender bem ou não.

E você não deve investir em nenhum negócio sem antes saber disso, simples assim!

Para analisar o seu mercado, siga esse passo a passo:

  • descreva detalhadamente os produtos ou serviços que você quer vender
  • pesquise as perspectivas, oportunidades e ameaças do seu setor
  • defina quem será o público-alvo da sua empresa
  • pesquise e analise os seus futuros concorrentes

Agora vou te explicar detalhadamente o que fazer em cada uma dessas etapas.

#DicaExtra: abrir um negócio sem entender nada do seu mercado reduz muito as suas chances de sucesso.

 

Produtos ou serviços

Aqui você deve listar todos os produtos ou serviços que a sua empresa planeja vender.

Fale sobre as características de cada um deles, os diferenciais, etc.

Se você quer abrir um restaurante, fale sobre os pratos que você quer vender, apresente uma proposta de cardápio, etc.

Se for uma empresa de serviços, como um coworking, fale sobre as soluções que você quer vender, quais necessidades dos clientes elas resolvem, etc.

#Dica: Use muitas imagens!

 

Análise de macroambiente

Analisar o macroambiente é avaliar as oportunidades e ameaças do setor que você quer investir.

Imagine que você queira abrir uma hamburgueria na sua cidade.

Procure saber se o mercado de venda de hambúrgueres está crescendo, se está em queda, quais desafios ele está enfrentando, etc.

Essa notícia, por exemplo, é uma oportunidade para quem quer abrir uma hamburgueria.

https://milkmellow.com.br/delivery-na-zona-sul/tendencias-do-mercado-do-hamburguer/

Já essa não é tão boa assim:

https://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2019/02/09/carne-na-alimentacao-quais-paises-lideram-o-ranking.ghtml

Para fazer sua análise de macroambiente, pesquise sobre o seu setor no Google e leia o máximo de informações e notícias possíveis.

(digite “tendências de mercado” + “nome do seu setor”; ou busque por relatórios de associações comerciais – no caso de restaurantes, por exemplo, você pode ler os relatórios e notícias da Abrasel)

Em seguida, classifique as principais notícias e informações que você leu como oportunidades ou ameaças.

Oportunidade = algo que aumenta o potencial de venda da sua futura empresa.

Ameaça = algo que reduz o potencial de venda da sua futura empresa.

Você também pode conversar com empresários que já investem no seu setor para conseguir informações valiosas.

(procure saber quais desafios eles estão enfrentando, se eles esperam que as vendas cresçam ou diminuam nos próximos anos, etc)

O objetivo da análise de macroambiente é descobrir se o setor que você quer investir está crescendo, está estável ou em queda.

#DicaExtra:

Tome cuidado antes de investir em setores com muitas ameaças e que podem diminuir nos próximos anos.

Por exemplo: restaurantes com atendimento apenas por delivery.

(será que a demanda por delivery vai continuar tão alta depois da pandemia a ponto de justificar que uma empresa atenda somente por esse canal?)

 

Definição de público-alvo

Definir o público-alvo é determinar o perfil de cliente que a sua empresa deseja vender.

Suponha que você queira abrir uma casa de festa noturna na sua cidade.

Qual seria seu público-alvo?

Provavelmente jovens, de 18 a 25 anos, de classe média e classe média-alta, que moram em um raio de até 10km da casa de festa.

Isso não significa que você venderia APENAS para jovens de 18 a 25 anos, mas sim que o foco do negócio seria vender para esse perfil de cliente.

Agora é sua vez de praticar.

Para definir o público-alvo do seu novo negócio, responda as perguntas abaixo:

  • qual o sexo dos seus futuros clientes? masculino, feminino ou ambos?
  • qual a idade?
  • qual a classe social? classe baixa, média ou alta?
  • qual a renda mensal?
  • qual o estado civil? solteiro, casado, divorciado?
  • qual o nível de escolaridade? ensino básico, médio ou superior?
  • em qual região eles vivem?

 

Exemplo de público-alvo: mulheres, entre 20 e 30 anos, de classe média, com renda mensal entre R$4.000 e R$6.000, solteiras, com formação superior, residentes em São Paulo.

Se você pretende vender para outras empresas, e não para o consumidor final, responda as perguntas abaixo:

  • qual o ramo de atividade das empresas que você quer atender? varejo, indústria ou serviço?
  • quais produtos ou serviços elas oferecem?
  • qual o porte delas? micro, pequena, média ou grande?
  • qual a média de faturamento?
  • elas são de qual região?

 

Exemplo de público-alvo: bares e restaurantes de pequeno porte, com faturamento anual de 1 milhão de reais, localizados na cidade do Rio de Janeiro.

Você pode se perguntar: por que é importante definir o público-alvo antes de abrir um negócio?

É simples.

Porque você vai conhecer melhor os seus futuros clientes, suas dores, seus gostos, o que eles buscam no seu produto ou serviço, etc.

E desse modo você vai saber exatamente o que oferecer para eles, como oferecer e por onde oferecer.

Conhecer bem os seus clientes, antes de abrir a empresa, aumenta muito as chances de sucesso do seu novo negócio!

#DicaExtra: Quem tenta agradar a todos, não agrada ninguém. 

Por isso, defina quem é o público-alvo da sua empresa e atenda às principais necessidades dele.

 

Análise de concorrentes

O objetivo da análise de concorrentes é conhecer melhor as empresas que irão disputar clientes com o seu negócio.

“Para derrotar um inimigo, você precisa conhecê-lo”.

O mercado é como uma pizza em que cada fatia representa o número de clientes atendidos por uma empresa.

Para ganhar uma fatia do mercado, você precisa conquistar os clientes dos seus concorrentes.

E qual a melhor forma de fazer isso?

Conhecendo os seus concorrentes e oferecendo para os clientes um produto ou serviço melhor que o deles.

Caso contrário, os clientes continuarão comprando das mesmas empresas, não acha?

Para analisar seus concorrentes, siga o passo a passo abaixo:

  • liste os principais concorrentes da sua empresa (se a sua empresa for local, liste os concorrentes mais próximos; se for nacional, lista os principais concorrentes nacionais)
  • escreva o tempo de mercado e o porte de cada um deles
  • avalie os diferenciais de cada empresa (no que eles são melhores? preço? qualidade? customização?)

Agora que você conhece mais seus concorrentes, você está pronto para a “guerra”.

(mas não se preocupe em definir agora como a sua empresa será melhor que a deles, faremos isso na etapa de proposta de valor).

 

passo a passo para criar um plano de negócios

Quer divulgar esse infográfico no seu site?

Copie e cole o código abaixo no seu blog post ou página web:

Esse infográfico utilizou como fonte o artigo:

  • “Plano de Negócios: um caminho de 8 passos para transformar uma boa ideia em realidade” de autoria de Armando Terribili Filho.

 

Se você precisa de ajuda para montar o seu plano, conte com o nosso serviço especializado de consultoria empresarial.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email